top of page

COMO CRIAR SUA PRÓPRIA DITADURA IMAGINÁRIA: UM GUIA PARA BILIONÁRIOS DESCOLADOS


Você é um bilionário muito descolado, mas também entediado? Tem dinheiro demais para se conectar significativamente com outros seres humanos? Sua ex-namorada famosa te deu um pé na bunda por conta de, entre outras coisas, sua imaturidade crônica? Seu desgosto com o fato de que ninguém gosta de você – especialmente sua supracitada ex-namorada – te levou a acidentalmente comprar toda uma rede social que, no fim, só fez as pessoas te odiarem mais? Sua fortuna caiu em cerca de 40 bilhões de dólares só esse ano devido à sua terrível decisão de comprar aquela rede social?


Sim? 


Então, esse guia é feito especialmente para você! Ensinarei como criar uma ditadura totalmente imaginária na sua cabeça, em um país subdesenvolvido ou em desenvolvimento de sua escolha, e tornar isso o problema de todo mundo que tem o desprazer de entrar em contato com as suas ideias. Para tal, utilizarei exemplos didáticos, práticos, e completamente aleatórios. 


Preparado? Vamos lá!



Primeiro Passo: Um bilionário descolado em um país importante


A primeira coisa de que precisamos é você, leitor bilionário descolado. É necessário que você o seja, porque esse é um demográfico muito específico, dotado da habilidade de tornar uma questão pessoal, derivada de uma crença ou interesse pessoal, um problema de toda a sociedade, não só do seu país, como de todo o mundo. Aliás, sobre o seu país; você precisa ser natural de um país importante, ou pelo menos fazer seus negócios em um.. Hoje em dia, o politicamente correto talvez demonize considerar um país mais importante que o outro, mas eu e você sabemos que existem nações mais relevantes que outras. É a ordem natural das coisas!


Peguemos um exemplo recente, didático e – é claro – totalmente aleatório: o magnata Elon Musk. Com uma fortuna avaliada em 189 bilhões de dólares, Musk é o segundo homem mais rico do mundo, dono de empresas como a desenvolvedora de carros elétricos Tesla e a fabricante aeroespacial SpaceX. Conhecido por homens de meia-idade como o “Tony Stark da vida real”, Elon é conhecido por fazer coisas cool, como dar o nome de seu filho de X Æ A-Xii e reabrir uma fábrica da Tesla no meio da pandemia de COVID-19, fazendo com que 450 funcionários contraíssem a doença. Além disso, apesar de ser africâner, ele opera suas empresas dos Estados Unidos, que sabemos ser o país mais econômica, política e culturalmente importante do globo. 


Mas não é só isso: em 2022, Musk se tornou o dono do Twitter ao brincar de especulação e ser judicialmente forçado a adquiri-lo por um simbólico valor de 44 bilhões de dólares. Dois anos depois, a plataforma foi renomeada para X, e agora vale um total de 19 bilhões, 60% menos do que Musk pagou na compra. Acontece com os bilionários mais descolados, fazer o quê? O mundo está chato e despreparado para seu intelecto. O ponto é que ele não só tem todos os atributos necessários, como tem um megafone global na forma de uma popular rede social, o que é perfeito. Basta agora saber para onde apontar esse megafone. 



Segundo Passo: Um país menos importante e particularmente irritante


Onde construir sua ditadura? Na sua cabeça, é claro. Mas, mesmo confinada nela, precisamos de um Estado-nação que exista de fato no mundo real para ser o receptáculo da sua brilhante mente. Afinal, inventar uma ditadura em um local desconhecido é uma coisa fácil e divertida, mas imaginar toda uma nação com história e política únicas é bem mais complicado e chato.


Aqui, recomendamos um país subdesenvolvido ou, pelo menos, em desenvolvimento, e que esteja atacando seus interesses. A primeira condição é clara, já que ninguém de valor em seu país importante vai saber muito sobre a situação política de terras pobres, só que muitos delas já viveram ou vivem sob regimes militares em tais terras, esses selvagens. Ou seja, será fácil para seus interlocutores conterrâneos acreditarem em sua autocracia fantástica, já que é natural que Estados abaixo na hierarquia vivam ditaduras e sistemas políticos menos desenvolvidos – é a ordem natural das coisas. Já a segunda condição é para seu deleite pessoal, dado que é conveniente que a opinião pública sobre um país que vai contra suas ambições se deteriore. Que tal o Brasil?


Afinal, se continuarmos com nosso exemplo aleatório de Elon Musk, o Brasil abriu as portas para a abertura de uma fábrica da BYD, concorrente chinesa da Tesla na produção de carros elétricos. Além disso, cortes brasileiras vêm banindo o tipo de pessoa que concorda com seus ideais – normalmente, de extrema direita – na própria rede social dele. O alvo perfeito para a criação de uma ditadura imaginária. 


Outra coisa indispensável: não ouse perder tempo aprendendo sobre o contexto político histórico ou contemporâneo do país de sua escolha. Todas as ideias que você precisa para julgar qualquer sociedade que você deseja já estão na sua cabeça. Você é um bilionário por um motivo, então, ignore os fatos entediantes sobre gente enfadonha. 


Foi assim a sua vida toda, por que seria diferente agora?



 Terceiro Passo: Uma ideia boa e um vilão mau


Agora, o que é necessário é focar em um ponto específico que possa servir como alicerce de toda a narrativa sobre a qual a sua ditadura imaginária se sustenta. É nesse passo que se faz especialmente importante a parte de se operar em um país com uma cultura importante no cenário mundial. 


Em nosso exemplo, esse ponto é a liberdade de expressão, que aparentemente está sendo desacatada no Brasil. Não importa que esse conceito não só seja entendido de modo diferente que nos Estados Unidos, como também esteja sendo interpretado em um contexto político e jurídico totalmente diferente, o importante é tomar a perspectiva americana como a correta e moral, simplesmente porque é o que o seu país superior faz – e você concorda. Ou seja, Elon Musk ataca o Brasil e o judiciário brasileiro com acusações de censura e violação não só da lei brasileira, mas da liberdade de expressão irrestrita. Afinal, ele se intitula como um “absolutista da liberdade de expressão”, e afirma que “princípios importam mais que lucro”.


Tweet por @elonmusk

(Fonte: Twitter)


Exceto no caso da Turquia e Índia, nesses ele retirou centenas de posts a pedido dos governos (de direita) de Recep Erdogan e Narendra Modi. Não que haja algum problema com isso. Como notei no segundo passo, o país precisa ser particularmente irritante em um nível econômico e pessoal para você. Não há nada de irritante em líderes com tendências autoritárias com os quais você concorda, e nenhuma diversão ou apoio de seus seguidores a ganhar ao cutucá-los. 


Falando em seguidores, a esse ponto você precisa já estar ganhando alguns apoiadores para sua luta fantástica. O Sancho Pança de nosso Don Quixote com os bolsos cheios de dinheiro tem sido o corajoso ativista americano Michael Shellenberger, que tem todo o brio de falar as coisas como elas são ao afirmar como é bom que a Suprema Corte dos EUA defende a liberdade de expressão de nazistas protestarem em bairros judeus sobreviventes do Holocausto. Isso sim é a linha correta. Pra cima desses moinhos de vento!


Aliás, uma ótima maneira de ganhar apoiadores é concentrar a maioria das suas reclamações específicas em uma só figura que incorpora tudo o que há de errado nessa terrível ditadura. Acredite em mim, as pessoas acham bem mais fácil odiar pessoas de carne e osso do que ideias no ar. É por isso que Elon, em uma cartada do mestre descolado que é, elegeu Alexandre de Moraes, um ministro do STF, como o ditador do Brasil, que está com o atual presidente, Lula, na coleira: 


Tweet por @elonmusk

(Fonte: Twitter)


Não é nem que Moraes tenha algum poder especial que qualquer outro ministro do STF não tenha. Ele não é nem presidente da corte, e muito menos o vice. Mas ele é careca, usa capa preta e já é odiado pela parte que nos importa da população brasileira. 


E isso vale ouro.



Quarto Passo: Uma população doméstica que concorda com você


Os clássicos e os clichês são clássicos e clichês por um motivo – então, use-os. Você vai se beneficiar muito de uma seção de atores políticos e econômicos nacionais que, numa oposição extremamente polarizada ao governo atual, já têm uma narrativa perfeita engatilhada só esperando um dedo estrangeiro para apertá-la. A confirmação dessa narrativa por alguém importante – como você, querido bilionário – será um deleite e eles lhe serão gratos para sempre, gravando vídeos e escrevendo textos em inglês para te agradecer e demonstrarem que não são como os outros bárbaros do país deles. Assim como você, eles são civilizados e requintados, e conhecem a verdadeira liberdade de expressão: a americana.


Na ordem da coluna esquerda para a direita: Tweets por @faveladoinvest, @marcelvanhattem, @nikolas_dm, @BolsonaroSP

(Colagem autoral. Fonte: Twitter)


No Brasil, o ex-presidente Jair Bolsonaro planejou um golpe de Estado. Ele falhou por pouco nessa missão, mas mesmo assim criou em seus apoiadores mais ardentes uma sensação de traição pela democracia que ousou contrariá-los, além de uma quebradeira generalizada na sede do governo brasileiro em 2022. Como resposta, o STF tem sido feroz em seu esforço de silenciar esse discurso direitista antidemocrático, sendo uma parte importante desse trabalho a suspensão de contas em redes sociais que, desse modo, criou a narrativa da “ditadura do Judiciário” entre eleitores e políticos bolsonaristas. Grupo esse que, por algum motivo, elegeu Alexandre de Moraes como o maior vilão dessa história. Talvez pela careca. 


Mas o bom para você é que você pode, e deve, ignorar 90% do que eu falei e focar só nas partes que te convém, como “silenciar esse discurso direitista”, “suspensão de contas em redes sociais” e “careca”. Você não deve se importar com o contexto, porque seus novos apoiadores também decidem ignorá-lo. O crucial aqui é dar munição imaginária para seus novos aliados na guerra imaginária contra a ditadura imaginária. 



Quinto Passo: Uma ditadura no mundo das ideias


Você conseguiu. A máquina agora está em plena função. Seus seguidores e apoiadores nacionais e internacionais estão mobilizados e vai ser o assunto da semana nas discussões entre eles. Tão estimulados estão, que sua ditadura imaginária agora também é deles, a ideia está no ar para ser desenvolvida como bem quiserem. Sei que dividir não é o forte dos bilionários, mas prometo que estamos diante dessas raríssimas exceções em que é algo positivo para você. 


Uma vantagem é que você não precisa mais se incriminar tanto. No começo, você teve de ser bem proativo e partir para cima com críticas, mas agora chegou a hora de relaxar e ver seu investimento render – como você fez sua vida toda. Por exemplo, Elon Musk afirmou que desafiaria as ordens judiciais do STF e desbloquearia contas suspensas porque, como já dito, “princípios são mais importantes que lucro”. Só que ele não desbloqueou nada, já que isso é contra a lei brasileira, o que renderia processos, que renderiam multas ou até o fim do Twitter/X no Brasil – ou seja, o fim de uma grande base de usuários. Ninguém quer isso, afinal, princípios são mais importantes que lucro, mas não tanto assim também. 



Parabéns!


Se você seguiu nosso guia, você deve ter uma nova ditadura totalmente imaginária para chamar de sua! 


Agora, você pode estar pensando: Mas e então? Como posso ir além? Meus interesses econômicos e pessoais ainda estão em perigo real! Bom, caso você queira tirar seu projeto do papel e do mundo das ideias, recomendamos uma leitura muito interessante sobre a Guatemala e a United Fruit Company. Também é recomendável ter um contato na CIA ou FBI, ouvi que ajuda no processo. 


É isso e até o próximo texto, onde ensinarei como se vender como um bilionário self-made, enquanto aproveita bilhões em subsídios estatais. Não perca!




Autoria: Pedro Augusto Castellani Rolim

Revisão: Ana Carolina Clauss e Laura Freitas

Imagem de capa: Ilustração por Kristen Radtke/ The Verge; Imagem: Getty Images. Reprodução The Verge.


_______________________________________________________________________


Referências/Fontes (em ordem de aparecimento da informação no texto):


O’BRIEN, Matt. Why did Elon Musk just spend billions to take over Twitter? Associated Press. Nova York, 28 de Outubro de 2022. Disponível em: https://apnews.com/article/elon-musk-twitter-inc-technology-business-b0a0f7e64c4616780459f012d172b1c9. Acesso em: 13 de Abril de 2024.

SONNEMAKER, Tyler. After Elon Musk opened Tesla's Bay Area factory against local rules, around 450 workers got COVID-19. Business Insider. 13 de Março de 2021. Disponível em: https://www.businessinsider.com/tesla-factory-450-covid-19-cases-after-musk-opened-defying-rules-2021-3. Acesso em: 13 de Abril de 2024.

LUDLOW, Edward. COUNTS, Aisha. Elon Musk’s X Is Worth Less Than Half of Price He Paid for Twitter. Bloomberg. Nova York, 30 de Outubro de 2023. Disponível em: https://www.bloomberg.com/news/articles/2023-10-30/musk-s-x-valued-at-less-than-half-of-price-he-paid-for-twitter. Acesso em: 13 de Abril de 2024.

CESAR, Julio. BYD confirma início de obras da fábrica de carros elétricos no Brasil. UOL: Inside EVs. 5 de Março de 2024. Disponível em: https://insideevs.uol.com.br/news/711266/byd-obras-fabrica-carros-brasil/#:~:text=F%C3%A1brica%20de%20Cama%C3%A7ari%20(BA)%20ter%C3%A1,inicial%20para%20150.000%20ve%C3%ADculos%2Fano&text=A%20BYD%20anunciou%20em%20um,de%20carros%20el%C3%A9tricos%20no%20Brasil.. Acesso em: 13 de Abril de 2024.

BRÍGIDO, Carolina. Os motivos que levaram Alexandre de Moraes a banir contas em redes sociais. UOL. 11 de Abril de 2024. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/colunas/carolina-brigido/2024/04/11/os-motivos-que-levaram-alexandre-de-moraes-a-banir-contas-em-redes-sociais.htm. Acesso em: 13 de Abril de 2024.

MUSK, Elon We are lifting all restrictions. This judge has applied multiple fines, threatened to arrest(…). 6 de Abril de 2024. Twitter: @elonmusk. Disponível em: https://twitter.com/elonmusk/status/1776739518240170254. Acesso em: 13 de Abril de 2024.

MELLO, Patrícia Campos. Musk cumpriu centenas de ordens de remoção de conteúdo do X fora do Brasil sem acusar censura. Folha de S. Paulo. São Paulo, SP. 11 de Abril de 2024. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2024/04/musk-cumpriu-centenas-de-ordens-de-remocao-de-conteudo-do-x-fora-do-brasil-sem-acusar-censura.shtml. Acesso em: 13 de Abril de 2024.

OLIVEIRA, Thaísa. Senadores usam audiência com militante do 'Twitter Files Brazil' para criticar STF e imprensa. Folha de S. Paulo. São Paulo, SP, 11 de Abril de 2024. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/blogs/brasilia-hoje/2024/04/senadores-usam-audiencia-com-militante-do-twitter-files-brazil-para-criticar-stf-e-imprensa.shtml?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_campaign=twfolha. Acesso em: 13 de Abril de 2024.

MUSK, Elon. How did @Alexandre de Moraes become the dictator of Brazil? He has Lula on a leash (…). 8 de Abril de 2024. Twitter: @elonmusk. Disponível em: https://twitter.com/elonmusk/status/1777506475536998586. Acesso em: 13 de Abril de 2024.

DUARTE, Murilo. Uma dúvida sincera, porque não manjo nada disso: O governo dos EUA pode interferir em alguma coisa aqui no Brasil, tipo, pra salvar a gente? 11 de Abril de 2024. Twitter: @faveladoinvest. Disponível em: https://twitter.com/faveladoinvest/status/1778375863211373055. Acesso em: 13 de Abril de 2024.

VAN HATTEM, Marcel. As a member of the Brazilian Congress who has been exposing and combatting the abuses of our Supreme Court for years, I want to (…). 8 de Abril de 2024. Twitter: @marcelvanhattem. Disponível em: https://twitter.com/marcelvanhattem/status/1777485881311396308. Acesso em: 13 de Abril de 2024.

FERREIRA, Nikolas. If @elonmusk comes to Brazil, he will put more people on the streets to support him than the current president (…). 11 de Abril de 2024. Twitter: @nikolas_dm. Disponível em: https://twitter.com/nikolas_dm/status/1778280171960766554. Acesso em: 13 de Abril de 2024.

BOLSONARO, Eduardo. FYI, only to quote one single case, the case of congressman Daniel Silveira below (image) (…). 6 de Abril de 2024. Twitter: @BolsonaroSP. Disponível em: https://twitter.com/BolsonaroSP/status/1776629405948727807. Acesso em: 13 de Abril de 2024.

FRANCO, Bernado Mello. Bolsonaro planejou um golpe à moda antiga. O Globo. Rio de Janeiro, RJ. 17 de março de 2024. Disponível em: https://oglobo.globo.com/blogs/bernardo-mello-franco/coluna/2024/03/bolsonaro-planejou-um-golpe-a-moda-antiga.ghtml. Acesso em: 13 de Abril de 2024.

LALLJEE, Jason. Elon Musk is speaking out against government subsidies. Here's a list of the billions of dollars his businesses have received. Business Insider, 15 de Dezembro de 2021. Disponível em: https://www.businessinsider.com/elon-musk-list-government-subsidies-tesla-billions-spacex-solarcity-2021-12#:~:text=Elon%20Musk's%20companies%20have%20received,them%20as%20recently%20as%20April.. Acesso em: 13 de Abril de 2024. 


Comments


bottom of page