DEMOCRATIZAÇÃO ECONÔMICA

Agora, de segunda temos um colunista convidado! Quinzenalmente, Felipe Proença, membro da Sociedade Marginal, irá nos presentear com seus textos reflexivos. Para hoje, vamos discutir a economia?

#ForaBolsonaro

Economia sem Democracia é uma tragédia.

Progresso sem Sustentabilidade é ignorância.

Desenvolvimento sem Equidade é injustiça.

E produtividade sem Empatia (e autorrespeito) é ESCRAVIDÃO.

Não existe o Indivíduo sem a Sociedade.

Não existe Mercado sem Liberdade

de ir, vir, criticar, fumar, beijar e dar pra quem eu quiser.

Chega de mAsCuLiNiDade frágil, crises de identidade, insônia, estresse, assédio, remédio e Depressão.

Hoje em dia o fato é que quem não é oprimido se encontra em estado de auto boicote e autorrepressão.

É hora de acabar com todo e qualquer tipo de Discriminação. De cor, gênero, raça, futebol, política, astrologia, Netflix e religião.

A religião é intrinsecamente política no sentido de que lida com o que pode e o que deve ser feito em sociedade.

Vamos bani-la das escolas também?

Ninguém é inocente e, dessa vez, temo não haver oportunidade ou recursos para ressurreição.

Não sejamos mais escravos de nós mesmos!

A Economia deve andar lado a lado com a Liberdade para ensinar e aprender. Para tocar e ser tocado. Para experimentar e se encontrar nesse mundo.

Somos todos vulneráveis e nossa única certeza é que não sabemos onde vamos parar. Sou cético, mas sou otimista:

“Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.”


🐜 Manifesto Marginal 🐜

A economia pode ser pensada como o estudo de PESSOAS INTERAGINDO NO EXERCÍCIO DE SUA LIBERDADE, DADOS RECURSOS ESCASSOS.

Por muito tempo reconheceu-se na ESCASSEZ a essência do campo econômico. Eis que chega o momento de relembrar da importância da LIBERDADE e da INTERAÇÃO.

E quem sabe assim sejamos capazes de voltar a imaginar novas Realidades Possíveis!


🐜 Manifesto Marginal 🐜

A seguir temos um primeiro exemplo democratização do conhecimento econômico, que infelizmente ainda é um dos recursos mais escassos dentro (mas especialmente fora) dos muros elitistas do mundo acadêmico. Mundo este que insiste na cegueira institucionalizada do monopólio da análise social legítima em detrimento do diálogo com outras ciências sociais que são tão ou mais importantes que a própria Economia!

A Economia sem evidências não é ciência.

A Economia sem matemática não tem credibilidade.

A Economia sem sensibilidade social não passa de puro egocentrismo e violência.

Se a marginalização e humanização da ciência econômica parecem algo caro, basta olhar em volta para ver como estamos atualmente sem ela!

PS. Usem os comentários para compartilhar outras iniciativas como essa e assumamos juntos a responsabilidade pela nossa Democracia .

https://www.facebook.com/EconomiaMainstream/

4 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

ESPAÇO ABERTO

MANDE SEU TEXTO/SEU POEMA/SUA ARTE