top of page

PAREM O CAMPEONATO!



As chuvas que neste exato momento estão devastando o Rio Grande do Sul são um dos maiores desastres naturais da história do Brasil. Porto Alegre está irreconhecível e o característico verde dos pampas mal pode ser visto nem mesmo do espaço, substituído por um marrom lamaçal graças às águas do lago Guaíba, que subiram mais de cinco metros. A infraestrutura gaúcha que não foi destruída está inutilizável por meses e sabe-se lá quando a reconstrução do estado acontecerá. Neste contexto, a Confederação Brasileira de Futebol, nossa amada protetora deste bem cultural máximo da nação, em toda sua sabedoria, decidiu que como resposta à crise adiaria os jogos dos clubes gaúchos.


Antes de começarmos deixe-me fazer um adendo. Sim, sei que futebol jamais deveria ser a prioridade de ninguém em uma situação como essa, e garanto que não é. Meu ponto com esse texto crítico à atitude da CBF é exemplificar como a resposta de instituições brasileiras a crises são feitas com descaso aos afetados e, ao invés de trazer união, criam muitas vezes ressentimentos. 


Ednaldo Guerra, presidente do Grêmio, veio a público cobrar a CBF para não só adiar os jogos dos clubes gaúchos, como ela já tem feito, mas também para adiar toda a rodada do campeonato brasileiro, declarando que “O Rio Grande do Sul também é Brasil” e argumentando ainda que a resposta da Confederação seria diferente se o desastre fosse em São Paulo ou no Rio de Janeiro. Esta reclamação é extremamente justa pois adiar apenas os jogos dos clubes gaúchos  é uma punição contra eles já que, tendo em vista o calendário ridículo do futebol brasileiro, em que times são obrigados a viajar distâncias continentais com um curto espaço de tempo entre os jogos, o que a CBF fez, no final, foi concentrar todos os jogos de Grêmio, Internacional, Juventude e dos outros times gaúchos das séries B,C e D em algum período indeterminado do futuro.


Neste futuro indeterminado, fica também a dúvida de se os times do Rio Grande do Sul jogarão em casa e onde treinarão. A Arena do Grêmio, construída para a Copa do Mundo de 2014, está completamente alagada, com a água chegando aos assentos. O Beira-Rio, estádio do Inter, também se encontra nessa condição, assim como o icônico Alfredo Jaconi, lar do Juventude. Os centros de treinamento também compartilham essa situação. 


A “ajuda” da CBF neste caso é um “Vocês que se virem pra jogar pelo Brasil inteiro em pouco tempo, mesmo que a sua torcida tenha perdido moradia, meio de transporte e quase tudo no geral. Deem um jeito de mandar jogos em Santa Catarina e boa sorte para conseguir o dinheiro para reformar seus CTs e seus Estádios.”


Tenho a leve impressão que a CBF não entende o que representa, na verdade suspeito que ela nem sabe o que é futebol, para ser honesto. Futebol no Brasil não é apenas um esporte e jamais pode ser reduzido a um programa de domingo ou a um ruído de fundo enquanto você almoça com a sua família. Futebol no Brasil é cultura, é algo que promove um senso de comunidade, é algo que gera uma identidade única. Quando se chama o Brasil de “País do Futebol” não é brincadeira, sua importância para o que é ser brasileiro é especial. Ele influencia até  nosso jeito de falar: “Fazer um meio de campo”, “Ser craque em alguma coisa”, etc. Quer mais provas de como é importante? Veja a crise atual: o esforço para resgatar Renato Portaluppi, técnico do Grêmio que estava ilhado onde mora em Porto Alegre, ou então o goleiro do Colorado, Sérgio Rochet, servindo refeições a crianças desabrigadas pelas chuvas. O futebol mobiliza o brasileiro, a exemplo do centroavante Diego Costa do Grêmio que está todos os dias resgatando pessoas ilhadas usando jet skis e carros 4x4, que inclusive resgatou 50 jogadores da base gremista que estavam ilhados no CT.


O futebol mobiliza o brasileiro e poucos lugares têm uma cultura futebolística como o Rio Grande do Sul. O povo gaúcho merece, depois de tudo que passou e ainda passa, incendiar Porto Alegre de vermelho, branco, preto e azul para assistir um Gre-Nal, um dos maiores clássicos do planeta. A torcida do Juventude, que conquistou o acesso para a Série A ano passado, merece lotar o Jaconi para apoiar o Alviverde Gaúcho em sua luta pela permanência na elite do futebol brasileiro. Sim, talvez isso não possa acontecer em breve, dada a situação atual da infraestrutura, o que torna provável uma breve realocação dos times gaúchos para Santa Catarina ou Paraná (o Athletico-PR e outros clubes já se colocaram à disposição para receber os clubes gaúchos durante a emergência), mas se há algo que os torcedores não merecem é serem punidos com os clubes tendo um calendário ridiculamente apertado que não permite recuperação física ou um descanso, simplesmente porque tiveram o azar de sofrer uma catástrofe climática. O campeonato inteiro deve ser paralizado por no mínimo duas rodadas, para que o Grêmio, o Inter e o Juventude tenham o mínimo de tempo para se reestruturarem e ajudarem suas comunidades a se reerguer antes que possamos voltar a aproveitar o Brasileirão. Isso é o mínimo. Isso é ser humano.


Autoria: Eduardo Loeser

Revisão: Laura Freitas

Foto de Capa: Ramiro Sanches/Getty Images



Fontes:

COMÉRCIO, J. DO. Nível do Guaíba sobe para 5,29m. Disponível em: <https://www.jornaldocomercio.com/geral/2024/05/1153483-nivel-do-guaiba-sobe-para-529m.html>. Acesso em: 7 maio. 2024.

‌Grêmio faz forte cobrança à CBF por adiamento da rodada do Brasileiro e diz que “Rio Grande do Sul também é Brasil”. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/blogs/diogo-dantas/post/2024/05/gremio-faz-forte-cobranca-a-cbf-por-adiamento-da-rodada-do-brasileiro-e-diz-que-rio-grande-do-sul-tambem-e-brasil.ghtml>. Acesso em: 7 maio. 2024.

PODER360. Veja estádios de Grêmio e Inter e outros pontos de Porto Alegre alagados. Disponível em: <https://www.poder360.com.br/brasil/veja-estadios-de-inter-gremio-e-outros-pontos-de-porto-alegre-alagados/>. Acesso em: 7 maio. 2024.

SANCHES, L. Técnico do Grêmio, Renato Gaúcho é resgatado em meio a enchentes no RS. Disponível em: <https://www.cnnbrasil.com.br/esportes/futebol/gremio/tecnico-do-gremio-renato-gaucho-e-resgatado-em-meio-a-enchentes-no-rs/>. Acesso em: 7 maio. 2024.

DORNELES, P. L., Mauri. Goleiro do Inter serve refeição para crianças desabrigadas no RS. Disponível em: <https://www.cnnbrasil.com.br/esportes/futebol/goleiro-do-inter-serve-refeicao-para-criancas-desabrigadas-no-rs/>. Acesso em: 7 maio. 2024.

Grêmio monta operação para resgatar ilhados em CT da base e conta com ajuda de Diego Costa. Disponível em: <https://ge.globo.com/rs/futebol/times/gremio/noticia/2024/05/06/gremio-monta-operacao-para-resgatar-ilhados-em-ct-da-base-e-conta-com-ajuda-de-diego-costa.ghtml>. Acesso em: 7 maio. 2024.


bottom of page